1 min de leitura

A partir da próxima segunda-feira (18), as aulas presenciais serão obrigatórias no estado de São Paulo. A medida é válida para as escolas públicas e privadas. Sendo assim, só poderão permanecer em casa os alunos que apresentarem justificativa médica. 

A mudança começa já na próxima semana para as escolas estaduais. Já as municipais devem seguir as orientações dos conselhos de educação. E as instituições de ensino privadas serão informadas quanto ao prazo para se adequar às novas determinações. 

De acordo com a Secretaria de Educação, inicialmente será mantido o distanciamento de um metro entre as carteiras, mas a medida deixará de ser exigida a partir de 3 de novembro. Já a utilização de máscara no interior das instituições de ensino, tanto para professores quanto estudantes, permanece obrigatória, assim como o uso de álcool em gel.

Segundo o governo estadual, o avanço da vacinação e os indicadores de queda da covid-19 tornaram possível e viável a obrigatoriedade da presença dos alunos nas escolas. Poderão continuar com o ensino remoto adolescentes a partir de 12 anos com comorbidades e que não tenham completado o esquema vacinal e menores de 12 anos que pertencem ao grupo de risco. Nesses casos, será exigido uma comprovação médica.

No estado de São Paulo, 97% dos profissionais da educação da rede estadual estão imunizados e 90% dos adolescentes, de 12 a 17 anos, já estão vacinados ao menos com a primeira dose da vacina.

 

 

Comentários