1 min de leitura

Entre 40 países avaliados no estudo da Organização para Cooperação do Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil é a nação que tem o piso salarial mais baixo dos professores nos anos finais do ensino fundamental. Os rendimentos dos educadores brasileiros em início de carreira são menores do que os de professores que atuam em países como Chile e México. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (16) pela OCDE, que fez o lançamento internacional da publicação Education at a Glance (EaG) 2021.

A pesquisa mostra que, no Brasil, os professores têm um salário inicial de 13,9 mil dólares anuais, enquanto na Alemanha o valor chega em 70 mil dólares. De acordo com a organização, a média dos salários reais dos educadores brasileiros é de 25.030 dólares anuais na educação infantil e 25.366 dólares nos anos iniciais do ensino fundamental. Segundo a OCDE, a médios dos demais países para as mesmas etapas é de 40.707 dólares e 45.687 dólares, respectivamente.

O relatório ainda traz a informação de que as mulheres são a maioria no quadro de professores da educação básica. Professoras chegam a ocupar 88% das salas de aula do ensino infantil. Porém, no ensino superior, as mulheres representam apenas 46% dos postos de trabalho.

Comentários