1 min de leitura

Com o intuito de combater a evasão escolar, o governo do Rio de Janeiro vai contratar mais de 9 mil mães e mais de 1 mil assistentes sociais para compor o projeto M.A.E – Mulheres Apoiando a Educação. O programa contará com a participação de mulheres de baixa renda, além de assistentes sociais que estarão presentes em 1.230 escolas. As interessadas precisam fazer a inscrição exclusivamente pela internet até esta sexta-feira (3). 

O processo seletivo será dividido em duas partes: a primeira fase será com a realização do cadastro no site, onde acontecerá uma pré-seleção. Já na segunda fase, as candidatas deverão comparecer às unidades escolares que foram selecionadas para a entrega dos documentos requeridos.

O projeto – O programa prioriza a retomada segura dos alunos, após mais de um ano longe das dependências escolares. Com este objetivo, serão realizadas diversas atividades, sendo que as mães atuarão como agentes fundamentais nesse processo. Elas trabalharão dando suporte para a equipe pedagógica e social, além de auxiliar no fortalecimento da relação entre a família do aluno e a unidade escolar, atuando como “embaixadoras” da escola na comunidade.

O objetivo é que essas cerca de 9.400 mulheres atuem no resgate dos estudantes. A carga semanal é de 30 horas, com 6 horas por mês de avaliação e treinamento, com uma bolsa mensal de R$ 1.000 durante um ano. Toda diretriz pedagógica e técnica permanecerá sob a coordenação da equipe diretiva e do assistente social.

Os assistentes sociais serão uma peça essencial para o desenvolvimento do programa.  Os profissionais vão auxiliar os estudantes e suas famílias especialmente nos aspectos socioeconômicos, cuidando do bem-estar dos alunos da rede estadual.

Comentários